Criação de Sites, Manutenção de Sites e Links Patrocinados - Appear Web

Mídia paga: saiba tudo sobre essa estratégia de tráfego

Atualizado: 14/09/2021 - 16:09 | Cadastrado: 13/09/2021 - 21:09
Compartilhe


Plataformas sociais, mídias sociais e sites de pesquisa são administrados por grandes empresas. E todo o negócio visa o lucro de seus produtos e serviços, logo, se o que eles oferecem é espaço de divulgação, há o que chamamos de
mídia paga.

 

A mídia paga, ou o tráfego pago, é um investimento que qualquer pessoa pode fazer com o objetivo de veicular seus produtos e serviços dentro do universo digital de forma mais assertiva e direta, sem precisar passar por uma série de barreiras limitadores.

 

Toda grande empresa utiliza da mídia paga para se beneficiar de alguma forma, pois todos os dias vemos propagandas de diversas pessoas, seja das mais comuns ou até as gigantes que atuam em diversos continentes.

 

Pagar para ser visto tem as suas vantagens, mas engana-se quem acha que basta colocar dinheiro que você obterá um grande retorno. Grande parte das pessoas que viralizaram na internet não estavam buscando por isso, mas entregaram algo diferente.

 

No quesito vendas, existem uma série de cuidados a serem tomados para ser encontrado de forma mais fácil, ágil e até reconhecido. Muitos profissionais estudam diariamente e lideram equipes em busca desse espaço tão disputado. 

 

Contudo, se tudo for feito da forma correta e você investir um pouco de dinheiro nas publicações, certas são as chances de se tornar ainda maiores. Digamos que é como usar uma máquina de alinhamento capaz de manter tudo em ordem rapidamente.

 

No artigo de hoje, falaremos sobre o tráfego pago que é uma das ações de marketing mais utilizadas nos dias de hoje e permanecerá sendo durante longos anos. 

Plataformas de mídia paga

Existem diversas grandes empresas que detém esse poder capaz de compartilhar seu espaço para milhões de pessoas. Vejamos algumas delas e qual a área de atuação.

1 - Google Ads

O Google Ads trabalha com links patrocinados, afinal, o Google é o maior site de pesquisas no mundo, pois ele funciona como um transmissor de nível

 

Pagar o Google Ads significa que sua empresa estará em diversos sites e vídeos do Youtube, em diferentes formatos para que mais pessoas a vejam como um todo.

2 - Facebook Ads

O Facebook é um local interessante de ser utilizado, principalmente falando do Brasil, onde a rede social é extremamente utilizada. 

 

Ocorre que o Instagram faz parte da mesma empresa do Facebook, logo o funcionamento é igual tanto para um quanto para o outro. 

 

Através de um valor pago, você garante que seus posts passarão durante X dias determinados e atingiram até um número Y de pessoas dependendo do valor investido.

3 - Agências de Marketing 

As agências de marketing também realizam esse trabalho de engajamento, mas de uma maneira um tanto diferente. 

 

Elas orientam você no que deve ser investido e lidam com as demais demandas, como:

 

  • Criação de conteúdo;
  • Desenvolvimento SEO (Search Engine Optimization);
  • Estudo de palavras-chave;
  • Estratégias de mercado.

 

O valor tende a ser um pouco mais caro, mas a vantagem é que essas agências trabalham com a entrega de resultados e é isso que faz delas um sucesso. 

 

É claro que não agiram como um autotransformador e resolveram todos os problemas, mas ajudaram e muito.

As vantagens e desvantagens da mídia paga

Primeiro de tudo é preciso compreender tudo o que vemos e consumimos. Desde séries, filmes até jornais e desenhos. Tudo tem um objetivo, e provavelmente há sempre uma grande empresa por trás de quem está veiculando aquele conteúdo. 

 

Logo, a existência de uma mídia, pressupõe o comprometimento de ir a favor daquilo que seus donos acreditam, até mesmo no jornalismo. Na internet, não seria diferente. Existem uma série de vantagens e desvantagens em investir em mídia paga na internet.

As vantagens 

A primeira grande vantagem é o destaque nas plataformas, uma vez que o conteúdo pago passa na frente dos demais e ganha um lugar de destaque com adesivo de patrocinado. As pessoas passaram a ver sua publicação com mais frequência e de forma mais direta.

 

A segunda vantagem é a possibilidade de direcionar a sua postagem diretamente ao público de interesse, algo que para as empresas que não pagam é impossível. Você consegue escolher a faixa etária, gênero e os locais a serem atingidos pela publicação. 

 

Suponhamos que você ofereça consultoria de TI para pequenas empresas somente para a região metropolitana de São Paulo, logo consegue escolher para que a sua publicação atinja as contas que residem perto da área de atuação.

 

As chances de um público de interesse ver a sua publicação aumenta consideravelmente. Por fim, muitas das plataformas pagas ainda oferecem serviços exclusivos para os parceiros, afinal, é uma forma de retribuir o investimento.

 

As empresas costumam ajudar no engajamento das empresas e dão dicas de como impulsionar melhor as publicações. São formas bem objetivas e diretas de explorar ao máximo o público de interesse do seu segmento.

As desvantagens 

Quanto maior for a sua vontade de ser reconhecido exclusivamente pelas plataformas digitais, maior será o custo do investimento. O grande problema do tráfego pago é o que chamam de ação rápida de marketing.

 

É como uma campanha para o dia dos namorados que precisa ser realizada próxima ao dia e que acaba assim que ele passa. Se você pagar por 12 dias de divulgação, saiba que assim que o tempo esgotar todos os anúncios são retirados do ar.

 

Por muitas vezes não há tempo de construir um público fiel e para manter os anúncios, mais dinheiro será necessário. Assim como as palavras-chave em campanhas otimizadas que podem custar bem mais por valor de clique realizado. 

 

Há muitas soluções em internet para a conquista de um engajamento orgânico, mas é claro que construí-lo demora tempo e exige-se um trabalho que demanda tempo. Vejamos agora os benefícios e desvantagens da chamada busca orgânica.

Vantagens e desvantagens da busca orgânica  

A busca orgânica é algo essencial para qualquer empresa que visa ganhar força no ramo digital. Saber sobre seu funcionamento, além das vantagens e desvantagens de como ela funciona, pode ser decisivo na tomada de decisão de comprar ou não uma mídia paga. 

 

Começando pelas vantagens, é preciso ter em mente que a constância atrelada a qualidade dos conteúdos pela busca orgânica pode resultar a longo prazo em um bom engajamento da empresa nas redes sociais e páginas da web. 

 

Afinal, basta otimizar os conteúdos com os motores de busca trazidos pela estratégia SEO.

O SEO é um conjunto de estratégias de texto, HTML e imagens que visam usufruir da forma como os mecanismos de pesquisa reagem às buscas orgânicas.

 

Uma campanha feita de forma orgânica, ou seja, sem investimento em qualquer plataforma, dura por mais tempo, justamente por não ter um prazo para ser veiculada. Isso pode facilitar um pouco os serviços de contabilidade que cuidam das contas da sua empresa.

 

Contudo, nem tudo são flores. Assim como há desvantagens no tráfego pago, no tráfego orgânico também existe. Pense que para uma pessoa sem experiência compreender a forma como o algoritmo do Google age é meio distante da realidade.

 

Mesmo lendo muito e estudando, até encontrar um método que funcione de fato, pode demorar um tempo valioso, e nesses casos as pessoas acabam desistindo ou pagando as plataformas para serem vistas. 

 

É preciso ter em mente todos os principais elementos de fixação da busca orgânica, como palavras-chave, links internos e referenciais, além da construção de uma URL que estruture a arquitetura do site.

 

Imaginando que você seja concorrente direto de uma big tech, como competir diretamente com uma equipe de 300 desenvolvedores? Por fim, é preciso ter em mente a constância dos conteúdos.

 

Grandes empresas conseguem contratar pessoas para produzir para eles, dependendo do seu segmento, quem será responsável por tudo é você, logo um conteúdo de qualidade passa a ser mais um desafio para ser construído. Não pela capacidade, mas pelo tempo.

Baixo investimento e grande lucro

Atentando a tudo o que dissemos ao longo do artigo, é praticamente impossível imaginar uma empresa que não esteja atuando nas duas vertentes, ou seja, atuar para a construção de um tráfego orgânico de qualidade, mas apelando quando necessário para a mídia paga.

 

Por muitas vezes as empresas detém um produto incrível que precisa ser vendido em um tempo curto, ou quem sabe é um teste de um novo fornecedor. O investimento em mídia paga pode ser o pontapé para que você seja reconhecido. 

 

Os algoritmos das plataformas digitais estão cada vez mais voltados para atuar com as pessoas que investem nelas. Algumas até atuaram diretamente na redução do tráfego orgânico para que o contador de fluxo delas aumentasse por meio da mídia paga.

 

Portanto, o aumento de vendas ocorrerá com o investimento adequado que vise atingir as pessoas certas. Basta reconhecer o momento certo para fazê-lo e aproveitar os resultados.

Se você está receoso, saiba que é comum que algumas plataformas ofereçam cartões bônus e até ofereça o seu alcance de graça em troca da sua confiança no início. Grandes resultados só podem vir depois de grandes investimentos.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Curso Completo de Facebook Ads

Curso Completo de Facebook Ads

Saiba Mais
Curso de SEO Completo do Básico ao Avançado

Curso de SEO Completo do Básico ao Avançado

Saiba Mais
E-Book SEO Sem Segredos

E-Book SEO Sem Segredos

Saiba Mais

Veja Também

Appear Web - Criação de Sites e Links Patrocinados - 2021