Criação de Sites, Manutenção de Sites e Links Patrocinados - Appearweb

10 dicas para construir um site responsivo eficiente

Cadastrado: 04/12/2021 - 09:12
Compartilhe


Um
site responsivo é um site que detecta automaticamente o dispositivo a partir do qual o usuário está navegando e ajusta o layout de acordo com as especificações do dispositivo, ou seja, resulta em uma experiência aprimorada do usuário.

O objetivo do design responsivo é fornecer uma experiência consistente, independentemente do dispositivo. Assim, minimiza o zoom, panorâmica e rolagem quando o usuário acessa o site a partir de um navegador de celular ou tablet. 

Ele reduz a confusão, resulta em uma navegação tranquila e, o mais importante, em uma experiência de usuário agradável. Ou seja, funciona como um compensador de partida, ajudando o cliente a ingressar definitivamente na sua jornada de compra.

No artigo de hoje, vamos entender qual a importância desse design, como fazê-lo de modo eficiente e seus principais benefícios. Acompanhe!

Qual a importância de um site responsivo?

Sites responsivos móveis são uma parte importante da experiência do usuário. Nesta era ultracompetitiva, sua empresa simplesmente não pode se dar ao luxo de ter um site que não responda.

Os sites convencionais que não são otimizados para celular acabam parecendo desordenados quando abertos em telas menores, como telefones celulares e tablets. Seria como um cabeamento de dados bagunçado, ou seja, péssimo de entender.

Em sites responsivos, o layout é reestruturado garantindo que os usuários possam visualizar facilmente o conteúdo, assim como navegar pelo site na tela do celular em dispositivos e tamanhos de tela variados. 

Outra consideração importante que torna crucial a incorporação de práticas de design responsivo é o efeito da compatibilidade com dispositivos móveis nas classificações de SEO (otimização dos mecanismos de busca). 

Confira agora, como fazer um design responsivo eficiente.

1. O conteúdo vem primeiro

O primeiro passo que todos devem dar é pensar em um conteúdo. Sim, não é engano, o conteúdo deve ser elaborado primeiro e é isso que faz um bom site responsivo. 

Normalmente, os web designers criam uma página da web, e somente após o design da página de desenvolvimento da web, eles pedem a um redator de conteúdo para preencher essa página com um conteúdo apropriado.

Como resultado, pode levar a discrepâncias na página da web e algumas falhas na exibição adequada de elementos na página. Por exemplo, algum botão de comando pode estar desordenado ou incompatível com o restante do conteúdo.

2. Mova de pixels e polegadas para grades

Em vez de basear o design do seu site em pixels de tamanho fixo, a adoção de grades fluidas resulta em layouts líquidos que se expandem com as páginas da web. 

Dessa forma, os elementos em seu site são dimensionados proporcionalmente pela grade, em vez de limitá-los a um tamanho específico no caso de pixels. 

As grades flexíveis fazem a metade do trabalho no design responsivo, mas se a largura da janela do navegador se tornar muito menor no caso de telas menores, ter um design que atravessa duas ou três colunas não resolverá o problema. 

Em outras palavras, o design flexível funciona como um CCM inteligente (centro de controle de motores) que se autorregula para exibição conforme as exigências de cada tela.

3. Faça uso de consultas de mídia e pontos de interrupção

As consultas de mídia permitem que você otimize o layout do site para diferentes larguras de tela. 

O conteúdo responde às diferentes condições nos diferentes dispositivos enquanto a consulta de mídia verifica a largura, resolução, bem como a orientação do dispositivo que está sendo usado e o conjunto apropriado de regras CSS são então exibidos.

Pode ser usado para excluir certos elementos se o tamanho da tela for menor do que a largura desejada, tornando o layout mais apropriado para ser exibido em telas diferentes. 

As consultas de mídia também podem ser usadas para introduzir pontos de interrupção em diferentes partes do design para torná-lo mais otimizado para dispositivos móveis. 

4. Sempre use uma janela de visualização

A área da página da web visível para os usuários é a janela de visualização. Isso varia dependendo do dispositivo em que o site está sendo visualizado. 

Incorporando a janela de visualização com uma metatag (uma palavra grande) o navegador obtém as instruções sobre o dimensionamento e as dimensões da página. 

O uso de metatags evita que o usuário navegando em uma tela pequena tenha que rolar horizontalmente ou diminuir o zoom excessivamente para visualizar o conteúdo, aumentando assim a experiência do usuário em smartphones. 

A largura da janela de visualização pode ser determinada fazendo uso de consultas de mídia, permitindo que os desenvolvedores entrem nas especificações de diferentes navegadores ou orientações de dispositivo.

5. Faça o toque do site responsivo

O tamanho dos ícones no web design deve ser grande o suficiente para resultar em alvos de toque confortável ​​quando acessados ​​por meio de dispositivos portáteis. Sites responsivos precisam ser projetados tanto para cliques quanto toques de dedo. 

De acordo com as diretrizes de material design, os botões devem ter pelo menos 36 dp de altura para garantir a acessibilidade. Assim como o cartão de proximidade, esses botões tornarão a vida do cliente mais prática, favorecendo a compra.

Ao incorporar campos de entrada no site móvel, certifique-se de que os alvos de toque sejam grandes o suficiente para permitir que os usuários toquem e, finalmente, convertam. 

Certifique-se de que o design e o esquema de cores incorporados façam com que os botões se destaquem. No caso de você estar projetando para sites de comércio eletrônico, mantenha o processo de checkout livre de fricção.

6. Monte a mídia para celular

Gerenciar mídia, sejam imagens ou vídeos na versão móvel do seu site, é uma das partes mais desafiadoras ao criar um site responsivo. 

Ao otimizar o tamanho da imagem e do vídeo para celular, defina a largura máxima como 100% e a altura como automático. A imagem será reduzida dependendo da tela em que será exibida. 

Sobre a imagem, o tamanho deve ser baixo, e elas precisam ser compactadas para gerar um carregamento mais rápido dos sites, o que também é crítico do ponto de vista de SEO.

Dessa forma, sua empresa de niquelação, por exemplo, aparecerá mais ao topo nas pesquisas em buscadores, estando na frente dos concorrentes. 

7. Decida quais elementos incluir em telas pequenas

O design responsivo não significa replicar seu site exatamente de um dispositivo para outro. Você está procurando a melhor experiência do usuário e isso pode significar que você precisa deixar coisas de fora quando alguém visita seu site em uma tela muito pequena.

Sites responsivos geralmente condensam seus menus ou opções de navegação em um botão que pode ser aberto com um único toque. O menu pode ser exibido expandido em uma tela grande, mas pode ser aberto por meio deste único botão em uma pequena.

Novamente, você pode definir regras para incluir ou omitir certos elementos, modificando o CSS e outros códigos do seu site. 

8. Atenção à tipografia responsiva

A tipografia é a base do web design. Assim, para fazer com que o conteúdo pareça eficaz, os tamanhos das fontes devem ser otimizados para dispositivos móveis. 

O uso de pixels para definir o tamanho da fonte funciona ao trabalhar em um site de largura fixa, mas no caso de sites responsivos, uma fonte responsiva é obrigatória.

O uso de automação robótica de processos pode ajudar a chamar a atenção do seu cliente, mas deve ser feito com moderação para se adequar às telas. 

9. Experimente um tema ou layout pré-projetado

Se você não é um designer por natureza, pode precisar de ajuda extra para converter seu site para ser responsivo. A boa notícia é que há ajuda disponível.

Se você não tem tempo ou desejo de criar um site responsivo sozinho, pode pensar em usar um tema ou layout pré-projetado que faça o trabalho para você. 

Isso significa que você só precisa se preocupar em atualizar as cores, a marca e o conteúdo de acordo com as necessidades da sua empresa.

10. Conte com os especialistas

O web design responsivo não é fácil. Junto com o know-how técnico, é necessário ter uma visão aprofundada do design. 

O design seguido pela codificação precisa então passar por testes rigorosos em uma variedade de dispositivos, principalmente para garantir que cada elemento esteja funcionando em seu lugar.

Nesse sentido, contratar uma empresa de web design responsiva especializada na criação de experiências digitais excepcionais, será sua melhor chance de criar um site compatível com dispositivos móveis. 

A empresa permite o estabelecimento de controle de acesso digital garantindo ainda maior segurança ao negócio. 

Benefícios do site responsivo eficiente

O site responsivo permite diversos benefícios tanto aos usuários quanto aos designers e gestores da empresa. As principais vantagens a serem obtidas compreendem:

  • Melhor experiência do usuário;
  • Aumento no alcance do site e produto;
  • Melhor indexação (aparecimento ao topo nos buscadores);
  • Maior facilidade de compra para o cliente;
  • Reduz custo extra com criação de várias telas;
  • Melhora a conversão e as vendas.

Sendo assim, toda a jornada de consumo do cliente é favorecida, e aumentam as chances de compra e conversões, bem como do tráfego.

O site responsivo é essencial para quem tem um negócio online. Portanto, procure seguir essas dicas e pensar em como implementar esse design ao seu site e colher resultados incríveis.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Ganhando Sorteios de Pix no Instagram

Ganhando Sorteios de Pix no Instagram

Saiba Mais
Aprenda HTML, CSS, JavaScript, Bootstrap, PHP, MySQL na Udemy

Aprenda HTML, CSS, JavaScript, Bootstrap, PHP, MySQL na Udemy

Saiba Mais

Veja Também

Appear Web - Criação de Sites, Sistemas Web e Links Patrocinados